Publicado por: Nuno Gouveia | Maio 21, 2008

Para quando a desistência?

O estado da corrida democrata faz-me recordar o período pós superterça-feira no Partido Republicano. Barack Obama já assegurou a nomeação, mas a sua adversária teima em não abandonar a corrida.

Hillary Clinton vai estar hoje na Florida, para relembrar os eleitores deste estado que não estão a contar para o processo eleitoral. O que só poderá prejudicar Obama, que curiosamente, também estará no Sunshine State. Hillary Clinton estará a prestar um mau serviço ao partido, ao continuar na corrida, mas mais que isso, a continuar em insistir na Florida e Michigan, e, apesar de ter suavizado o tom, a criticar constantemente Barack Obama. Ela já interiorizou que não vai a candidata democrata. É tempo de preparar a saída.

Numa altura em que a sua vitória seria apenas alcançada através de um milagre, Hillary deveria permanecer discreta. Deveria estar a preparar a sua desistência, e começar a trabalhar para a eleição de Obama em Novembro. O senador do Illinois está a tratar deste caso com “pinças”, para não alienar a base de apoio de Hillary. Mas irá precisar da ajuda desta mais tarde. Era importante, logo após as últimas primárias de 3 de Junho, o partido unir-se em redor de Obama. Apesar deste ano ser extremamente favorável a qualquer democrata, do outro lado vai estar John Mccain.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: