Publicado por: Nuno Gouveia | Maio 23, 2008

Bloomberg VP de Mccain?

Uma notícia na New York Magazine sugere que John Mccain poderá estar interessado em ter o Mayor de Nova Iorque, Michael Bloomberg no seu Ticket. Apesar das controvérsias que o seu nome poderia causar na base conservadora do GOP, a inclusão de Bloomberg na sua equipa poderia acrescentar grande dinamismo aos swing states e nos eleitores moderados. Adicionaria ainda uma coisa que parece faltar a Mccain: muito dinheiro. Por fim, a colocação de uma figura independente (já foi democrata, tornou-se republicano para ser eleito Mayor de NY em 2001 e ano passado ficou independente, aumentando os rumores que estaria interessado numa candidatura presidencial), poderia ser fulcral para derrotar uma candidatura de Obama, que desta forma poderia ser encostada à esquerda.

John Mccain esteve no passado sábado com Bloomberg e a sua namorada, Diana Taylor, e fontes próximas do Mayor sugeriram que este poderá estar na shortlist do Senador do Arizona. Mccain tem fortes laços com o Mayor de Nova Iorque, tendo sido um dos poucos republicanos que o apoiou em 2001, nas eleições para Nova Iorque. Apesar do milionário já não fazer parte do Partido Republicano, ambos são moderados, sendo que Bloomberg poderia ajudar num distanciamento necessário em relação a George W. Bush. Na Florida, em estados vizinhos de NY como New Jersey e Pennsylvania, e mesmo na Califórnia, esta parceria poderia dar frutos para Mccain. Este irá precisar de afastar-se da marca “GOP”, se quiser chegar à Casa Branca. Um VP como Bloomberg poderia ajudar nesta perspectiva. Uma coisa parece-me evidente. Se os republicanos querem manter a Casa Branca, vão ter de engolir muitos sapos. O primeiro, John Mccain como candidato republicano, está a ser digerido. Que se preparem para outros!

Também têm surgido incessantes rumores que Barack Obama também poderá estar interessado em Bloomberg para seu parceiro no Ticket democrata. Não me parece que Obama vá por ai. Poderá estar mais inclinado em escolher um democrata conservador, exactamente para conquistar os votos que Hillary tem ganho nas recentes primárias.

Advertisements

Responses

  1. Acredito que não há vice que dê jeito na candidatura McCain, fadada a afundar com a indicação de Obama.
    Quanto ao vice do senador democrata, a melhor escolha, certamente, deva ser Bill Richardson. A pior seria a da Senhora Clinton. Espero que Obama não cometa o erro de indicá-la.

  2. Caro Lúcio,

    Calma. A história da política americana ensina-me que não há vencedores antecipados. Em 2004, também havia quem jurasse que W. Bush seria facilmente derrotado e venceu de uma forma clara. Em 2008, atendendo ao contexto, podemos cair no erro de atribuir a vitória a Obama. Mas ainda é cedo. E Mccain é um excelente candidato.

    Abraço

  3. Concordo com Nuno
    E essa eleição já mostrou que nada é certeza, há um ano atrás já era dado como certo a candidatura de Rudy Giuliani pelos republicanos e Hillary Clinton pelos democratas, e falavam claramente que os Clintos estariam de novo na casa branca.E ao que tudo indica nem um dos dois favoritos acima estará nem sequer no pareo…Rudy já foi e Hillary já prepara a saída…não existe eleição ganha

  4. Concordo Leandro. Ainda em Setembro, eu acreditava que iria ser uma disputa entre Giuliani e Hillary. Afinal, quem decide as eleições são os eleitores e a própria dinâmica das campanhas eleitorais. Estas primárias foram verdadeiramente espectaculares, e espero que a campanha para as eleições de Novembro tenho o mesmo nível. Fora um ou outro candidato, os principais candidatos de ambos os partidos demonstraram ter qualidades política acima da média. E com isso ficou a ganhar a democracia americana.

  5. caro Nuno,

    permita-me que lhe faça um reparo.

    se se confirmar Bloomberg para VP de john mccain quem vai ter que engolir muitos sapos são os Democratas e uma grande fatia dos europeus que andam a “fazer a festa” (tal como na eleição passada) por pensarem que barack obama está prestes a ser nomeado presidente dos EUA, não se lembrando que ser nomeado candidato pelo partido democrata é, por norma (olhando para a história), um primeiro passo para não ser o presidente dos EUA.

    acredite que o que mais assusta os GOP voters mais conservadores não é bloomerang ou mccain é, barack obama. esse é que é o sapo que eles não querem engolir.

  6. bloomberg* (erro na mensagm anterior)

    não tinha reparado que o nuno, na caixa de comentários já tinha alertado para esse cenário:

    “Em 2004, também havia quem jurasse que W. Bush seria facilmente derrotado e venceu de uma forma clara. Em 2008, atendendo ao contexto, podemos cair no erro de atribuir a vitória a Obama. Mas ainda é cedo. E Mccain é um excelente candidato.”

    cumprimentos

    (e, mais uma vez, excelente blogue)

  7. Caro Miguel,

    Obrigado. De facto, eu considero que Mccain deveria escolher um candidato moderado, que apelasse aos independentes. Afinal, os conservadores nunca irão votar em Obama. O seu maior estímulo será derrotar os democratas. Mas também sei que há argumentos, e muitos, a favor de uma escolha mais conservadora. Nas próximas semanas deveremos ter novidades. Este fim de semana, Mccain irá receber na sua casa três potenciais Vps: Bobby Jindal, Mitt Romney e Charlie Christ.

    Abraço

  8. Acho que também se fala na Sarah Palin


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: