Publicado por: Nuno Gouveia | Julho 18, 2008

“Não sei se Obama é socialista”

John Mccain está a tentar encostar Barack Obama à esquerda. E não há dúvida que esta estratégia rende muitos votos nos Estados Unidos.

Mccain sustentou ontem que Obama tem um currículo no senado mais á esquerda que o senador do Vermont, Bernie Sanders, que se descreve como independente Democrata socialista.

Durante um town hall meeting em Kansas City, Mccain defendeu que “o senador Obama possui um currículo mais extremista que qualquer membro do Senado dos Estados Unidos”. Mais tarde interrogado para clarificar a declaração, e se considerava Obama socialista, Mccain respondeu que não sabia: ”tudo o que o que sei é que o seu historial de votações no senado”.

Após o término das primárias no campo democrata, Obama tem tido posições centristas em várias matérias, na tentativa de atrair o voto dos independentes e moderados republicanos. A estratégia de associar Obama à esquerda não é nova nem constitui surpresa. Resta saber se funcionará…


Responses

  1. Creio que a estratégia é errada por parte de McCain. Este tipo de ataque deve surgir por parte dos apoiantes não ligados à candidatura. Ao surgir da parte de McCain, este perde tempo com esta estratégia em vez de se tentar mostrar a si próprio.

    McCain é um centrista que, durante esta campanha tem tentado seduzir a direita religiosa. Obama é de centro-esquerda e, depois de seduzir a esquerda nas primárias, vai agora à procura do centro. A forma que McCain tem para combater a estratégia de Obama seria ir ele próprio buscar os mesmos eleitores, os quais são mais naturalmente pró-McCain. O facto de Obama ter de fazer um trabalho extra para os trazer para o seu lado estava, segundo o que tenho lido, a colocar de lado e a desiludir os eleitores mais à esquerda.

    Com estas afirmações, McCain passa uma imagem de atacante perante os centristas que poderá não servir de nada (a própria estratégia de Obama combate-o) e ajuda Obama a manter os eleitores mais à esquerda, que vêem os republicanos a temerem-no. Já os eleitores mais à direita não passarão a votar Obama por causa do que disse McCain.

  2. Caro João,

    Concordo com a sua análise. Mccain deve evitar este tipo de ataques, e concentrar-se na sua mensagem (parece-me que tem sido um dos problemas da sua campanha). Por outro lado, Mccain tem procurado demasiado a direita, esquecendo o centro. E será no centro que poderá ganhar, não na direita, pois essa votará sempre nele. Percebe-se a tentativa de “diabolização” de Obama como socialista, mas deverá ser feita por outros, nunca por ele.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: