Publicado por: Nuno Gouveia | Julho 27, 2008

Agradecimentos

Hoje tive dois motivos de satisfação. Duas referências da blogosfera portuguesa dedicaram-me a algumas palavras elogiosas.

Gabriel Silva, do Blasfémias, considerou este blogue melhor que os espaços de cobertura das eleições presidenciais dos media tradicionais portugueses.

Daniel Oliveira, do Arrastão, atribuiu ao Eleições Americanas de 2008 o título de blogue da semana.

Obrigado a ambos pela simpática referência.

Anúncios

Responses

  1. boas,

    se me permite, tenho uma questão a fazer.

    tendo em conta que o site está a ser desenvolvido “no âmbito da dissertação de mestrado de Nuno Gouveia “, qual a razão que o leva a só mencionar os candidatos do habitual carnaval dos media?

    será que as democracias, neste caso a norte-americana, embora muitos americanos não gostem de dizer que vivem numa democracia, mas sim numa Republica Constitucional, mas como dizia, será que são os media que agora definem o que é democracia ou não e quais os candidatos?

    Porque não mencionar e tratar também os temas que candidatos como a congressista Democrata, Cynthia McKinney e o congressista Republicano, Ron Paul?
    http://ovigia.wordpress.com/2008/07/20/os-dois-unicos-candidatos-de-mudanca-as-presidenciais-dos-eua/

    cumprimentos
    Obrigado,

    rjnunes

  2. Caro RJnunes,

    Desde Setembro de 2007 que escrevo sobre estas presidenciais. Apanhei nos primeiros meses mais de 16 candidatos às primárias dos dois partidos. De forma menos regular, tenho dado algumas notícias sobre outros candidatos independentes, como o Ralph Nader, Bob Barr ou Cynthia McKinney. Mas não tenho dúvidas que apenas John Mccain ou Barack Obama podem chegar à Casa Branca. E o que me interessa cobrir é a dinâmica da campanha eleitoral, nomeadamente as estratégias, as incidências ou os pormenores destes candidatos. E também as grandes inovações em termos tecnológicos que estão a ser feitas nesta campanha.

    Não são os media que determinam os candidatos. Nos Estados Unidos há imensos candidatos presidenciais, mas apenas dois deverão constar nos boletins de todos os estados. Não sei se Bob Barr irá conseguir estar em todos, mas será muito difícil. O independente Ralph Nader (que em 2004 não chegou aos 500 mil votos) também não o deverá conseguir. A candidata dos Verdes, a antiga congressista democrata da Georgia, Cynthia McKinney também não. Mas todos estes candidatos já foram referidos neste blogue, obviamente com muito menos espaço que Mccain ou Obama. Mas também já sabe que os media são livres, e podem escolher os seus próprios critérios editoriais. É o que acontece nos EUA, em Portugal ou em qualquer lado do mundo livre…

    Gostava de lhe dizer que Ron Paul já não é candidato presidencial. Ele foi candidato nas primárias republicanas, mas suspendeu a sua campanha. Neste momento é candidato a novo mandato pelo seu distrito do Texas ao Congresso.

    Cumprimentos,

  3. obrigado pela sua resposta.

    mas caro Nuno Gouveia, não concordo com a sua afirmação de que os media são livres.
    sabe tão bem quanto eu,que os media especialmente os dos EUA, são detidos por grandes conglomerados empresariais, os quais na sua grande maioria possuem interesses em industrias como as do armamento, farmaceuticas, bancos etc, como tal apenas mostram e defendem os seus interesses usando para tal todo o poder que detém para colocar na presidência um dos seus homens, e não tenhamos qualquer duvida, para esses interesses qualquer um dos dois serve, são ambos faces da mesma moeda.

    cumprimentos,

    rjnunes

  4. Caro RJNunes,

    Eu não tenho essa posição sobre o poder dos media. Com a democratização no acesso à Internet, e a emergência dos novos media, nomeadamente os blogues e sites pessoais, o cidadão comum passou a ter um poder de intervenção no espaço mediático nunca antes visto. Sites como o Daily Kos, Drudge Report ou o Huffington Post surgiram de pessoas, desligadas dos círculos de poder, e hoje têm mais poder que alguns media tradicionais. O poder dos bloguea é hoje enorme.

    E quem continua a ter a primazia nestes espaços são os candidatos mainstream, do GOP e Dems. Os independentes e third partys continuam a ocupa um espaço marginal nestes meios.

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: