Publicado por: Nuno Gouveia | Setembro 2, 2008

“Take off the Republican hats and put Americans hats”

A Convenção Nacional Republicana abriu com os serviços mínimos. Mike Duncan, o chairman do RNC, abriu a sessão com palavras simpáticas para as pessoas da Costa do Golfo, que estão a sofrer o avanço do furacão Gustav. Aliás, pouco haverá a dizer deste primeiro dia, o que não pode deixar de ser uma desilusão para mim. A verdade é que com as atenções mediáticas dirigidas para o Gustav, não restou outra alternativa aos republicanos.

Contudo nem tudo foi negativo, e evitaram a presença de Bush-Cheney na Convenção, o que seria explorado pelos democratas. Alguns republicanos demonstraram mesmo alguma satisfação pelo Presidente não vir a Minneapolis.

Logo depois dos 50 Estados assumirem as suas funções formais na Convenção, Mike Duncan chamou a palco o congressista da Califórnia, Kevin McCarthy e o senador da Carolina do Norte, Richard Burr, chairmans do Republican Platform’08, que apresentaram o programa político do GOP, este ano realizado através da Internet. “The People’s Platform”, segundo Riley.

O momento mais “emocionante” do dia foi a entrada de Laura Bush, que recebeu uma ovação de pé dos delegados e convidados presentes no Excel Energy Center. A Primeira-dama pediu contributos para a angariação de fundos para as vitimas do Gustav, e apresentou um vídeo com os governadores republicanos de alguns estados afectados: Rick Perry do Texas, Haley Harbour do Mississippi, Bob Riley do Alabama e Charlie Crist da Florida. O nome do Presidente Bush foi referido por Riley, que instantaneamente recebeu uma grande ovação da sala, o que demonstra que ainda é bastante popular entre os republicanos.

A tarde terminou com a entrada de Cindy Mccain em palco, que proferiu uma das melhores frases do dia: “It´s time to take off the republican hats and put american hats

Este dia acabou por ser positivo para os republicanos, apesar da ausência de actividade política visível. Mas a verdade é que a resposta ao Gustav está a ser elogiada por diversos sectores e não aconteceu desgraça nenhuma na Costa do Golfo. A única história negativa: Sarah Palin e as suas histórias familiares. Mas isso fica para amanhã.

Podem ver mais fotos aqui.

Advertisements

Responses

  1. O Nuno talvez pela ausencia nas Twins tem esquecido a divulgacao das sondagens.

    CNN: Obama 49 McCain 48
    Gallup: Obama 49 McCain 43

    (Nesta mostra-se que com a convencao democrata os apoiantes de Hillary que votam em Obama passou de 70 para 81%)

    Mais ainda, no mapa da CNN diz-se que Obama tem garantidos 226 dos 270 eleitores necessarios para assegurar a eleicao. mas dos estados em que ha duvidas Obama tem larga vantagem em 4:

    Nevada: 49/44
    Missouri: 48/43
    Iowa:50/43
    Minnesota: 48/38

    Se ganhar nestes estados fica com 259, pelo que so precisa de ganhar num destes três: Florida, Ohio e Michigan, onde tem vantagens minimas nas sondagens).

    Ou McCain dá uma grande volta, ou as eleições são mesmo ganhas por Obama.

  2. Caro Fernando,

    Vai-me desculpar mas esses números para o Missouri são surpreendentes. Repare que com o Iowa e o Missouri + a coligação de Kerry 2004 Obama tem a eleição ganha. Pedia-lhe que me desse o link completo para os dados do Missouri por favor.

    Carlos Santos

  3. http://edition.cnn.com/ELECTION/2008/

    http://edition.cnn.com/2008/POLITICS/06/10/electoral.map/index.html

    http://edition.cnn.com/ELECTION/2008/map/polling/

    Neste ultimo se clicar em MO (Missouri) tem o resultado que indiqeui.

  4. A tarde terminou com a entrada de Cindy Mccain em palco, que proferiu uma das melhores frases do dia: “It´s time to take off the republican hats and put american hats”.

    Nuno, curiosamente esta frase tornou-se a key message da equipa Mccain desde Domingo, tendo sido usada repetidamente pelos inúmeros porta-vozes republicanos.

    Este é um dos grandes problemas do «stay on message». Quando se ouve a mesma frase tantas vezes, ou se absorve, ou se acaba cansado.

    Continuação de excelente trabalho.

  5. Caro Miguel Albano,

    De facto ainda não a tinha ouvido antes de Cindy Mccain a proferir. Pelo menos não a tinha memorizado. Mas é de facto uma excelente frase, que fica na fica na memória. Pelo menos a mim ficou. Claro que “stay on message” torna por vezes uma campanha um bocado aborrecida para quem a segue tão de perto.

    Caro Fernando Vaz,

    As suas sondagens estaduais estão deslocadas no tempo. Veja aqui neste link:
    http://www.realclearpolitics.com/epolls/2008/president/mo/missouri_mccain_vs_obama-545.html

    Aconselho-o a seguir as sondagens pelo Real Clear Politics, que é constantemente actualizado.

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: