Publicado por: Nuno Gouveia | Setembro 8, 2008

Sondagens Nacionais

Ontem manifestei alguma estranheza pela vantagem com que Mccain aparecia na sondagem do USA Today. Os restantes estudos publicados hoje vieram a dar-me alguma razão. Mccain anulou claramente o efeito de Denver, tendo mesmo ultrapassado ligeiramente Barack Obama. Mas será importante analisar com detalhe as sondagens dos próximos dias, as nacionais, mas principalmente as estaduais, para verificar a dinâmica da campanha eleitoral. Mas uma coisa parece-me evidente: Os republicanos foram mais eficazes com a sua Convenção. O que já começa a ser uma tradição na política norte-americana.

Adenda:

Acrescentei as sondagens da CBS e ABC News que confirmam a tendência de ligeira vantagem para Mccain

Advertisements

Responses

  1. Esse Usa Today Gallup está invertido é McCain que está com 54% nessa pesquisa…

  2. Parece ser o efeito inicial da “novidade”, dado o desgaste e cansaço dos republicanos.

    Seria bom que o Nuno analisasse as dinâmicas das eleições por Estado, sobretudo onde há eleições de Governador, Senador e os membros e os delegados-representantes da Câmara dos Representantes.

    Como se sabe, 25% dos referidos cargos serão renovados em Novembro, pelo que terão repercussões nas eleições Presidenciais, obviamente.

  3. Caro Leandro,

    Obrigado pela chamada de atenção. Já está corrigido, com os dados das outras sondagens publicadas hoje.

    Caro Alberto,

    Espero ter tempo para fazer uma análise detalhada estado a estado depois desta semana, onde deverão ser conhecidas várias sondagens estaduais.

  4. Efectivamente, o mandato dos Senadores é de seis anos. Eleições ocorrem, todavia, a cada dois anos, para a escolha de aproximadamente um terço das posições no Senado norte-americano.

    O mandado da C. dos Representante é de 2 anos. Assim, não há queda do Congresso.

    Já o mando dos Governadores é de 4 anos.

    Ora, havendo eleição presidencial , cujo mandato é de 4, a política dos Estados Unidos da América será formatada pela eleição dos poderes supracitados, onde os Estados jogam um papel central (Colégio Eleitoral – na escolha do Presidente , Senadores, membros da Câmara dos Representantes e Governadores).

    Daí que muita coisa está em jogo em Novembro de 2008.

  5. Em entrevista à rede de televisão ABC, Barack Obama, cometeu uma gafe ao falar de sua religião, declarando-se, por engano, muçulmano.
    “Não estamos jogando, você tem razão no fato de que John McCain não falou de minha fé muçulmana”, afirmou Obama, sendo interrompido em seguida pelo apresentador, que corrigiu: “fé cristã.”
    Ao perceber a gafe, o democrata retomou o discurso. “Fé cristã. O que eu quero dizer é que ele [McCain] nunca sugeriu que eu sou um muçulmano”, confirmou o candidato democrata, acrescentando que apesar disso, o adversário político “também não fez questão de desmentir os boatos”.
    Uma hora depois, o trecho da entrevista com a declaração “minha fé muçulmana” foi tirado do contexto restante do diálogo e começou a alimentar blogs e vídeos que defendem a teoria de que Obama seria um seguidor do islamismo.
    Acho que Obama só se atrapalhou na expressão. Nem acredito que tenha sido uma gafe, como se está informando. Se dissessem por exemplo: “McCain nunca me chamou de ignorante”, isso não quereria dizer que estivesse fazendo uma confissão. O ponto que me interessa no texto acima é outro.
    Obama se considera tão absolutamente acima do bem e do mal — e, de tal sorte, acha que lhe devem fazer “justiça” — que acredita que John McCain, seu adversário, é que deveria negar que ele seja islâmico. Uau! Até onde acompanho, se o outro não fez essa acusação, e ele admite que não fez, por que lhe caberia negar? Será que o republicano espera de Obama algo como: “Ah, McCain é muito diferente de Bush. Eles não pensam a mesma coisa”.

  6. Caro Manoel,
    Concordo com a sua visão. Esse aspecto da “my muslim faith” parece-me que morreu à nascença. E até acho que várias vezes Mccain já disse que sabe perfeitamente que Obama é cristão. E sinceramente, esta polémica sobre a fé de Obama é ridícula. Toda a gente sabe que ele é cristão.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: