Publicado por: Nuno Gouveia | Setembro 21, 2008

Semana negra para Mccain

A partir de agora, e até à eleição de Novembro, todos os fins-de-semana escreverei um breve balanço da semana, atribuindo notas às prestações dos candidatos.

A crise de Wall Street retirou a Mccain a vantagem que obteve depois da Convenção Republicana. As sondagens desta semana foram particularmente nefastas, com Obama a liderar a maioria das nacionais, e ganhando ganhos consideráveis em alguns battleground states.

Preocupantes para os republicanos foram mesmo as sondagens no Novo México, Colorado e Iowa, onde Barack Obama surgiu com vantagens confortáveis. Se perder estes estados para Obama, terá de roubar o New Hampshire e outro para vencer, isto se conseguir aguentar todos os estados que votaram Bush em 2004. E isso não se afigura nada fácil. Basta olhar para as sondagens muito próximas no Indiana, Carolina do Norte, Virgínia, Ohio e Nevada.

A campanha de Obama tem apostado, e bem, em anúncios negativos contra Mccain e os republicanos, fazendo constantemente a ligação Mccain-Palin-Bush. Sempre me pareceu a melhor estratégia, e numa altura em que a crise económica esteve estampada nas primeiras páginas dos jornais, os democratas souberam retirar os dividendos necessários.

Sarah Palin continuou sob os holofotes da imprensa, e isso não tem sido positivo para Mccain, após umas primeiras semanas em que ganhou muito com isso. A popularidade da Governadora do Alaska também desceu. A campanha de Mccain também saiu diversas vezes da mensagem pré-definida, e Obama foi muito mais competente, apesar de alguns desvarios de Joe Biden. As trapalhadas que envolveram Carly Fiorina, o consultor económico de Mccain (BlackBerry) e o próprio candidato (the economy is strong) contribuíram para uma semana desastrada.

A sorte de Mccain é que na próxima semana irá discutir-se muito política externa, e hoje os terroristas voltaram a atacar em Islamabad. E claro, o primeiro debate sobre política externa e segurança nacional pode ser uma oportunidade para Mccain voltar a dominar a agenda destas eleições.

Mccain-Palin – 8 (erros acumulados, confusões internas e não souberam controlar a mensagem nos media)

Obama-Biden – 15 (aproveitaram a crise económica para virar a seu favor a discussão política, e estiveram toda a semana na ofensiva. Lideram agora a bolsa de apostas)


Responses

  1. Essa realmente foi uma semana negra pra McCain, porém pra mim tudo ocorreu no momento certo e na hora certa, a crise financeira ia estourar a qualquer momento, o governo americano (Bush) deixou que tudo explodisse agora por que se fosse daqui um mês, por exemplo, McCain já estaria perdido, como foi agora a 45 dias da eleição, até novembro este tema não deve voltar, acho que o pacote econômico de Bush vai sanar a crise até pelo menos as eleições, agora esse pacote é que pode atrapalhar Obama, é que já ouvi falar nos jornais que os democratas podem tentar atrasar a aprovação do pacote pra que a crise beneficie Obama, se eles fizerem isso os republicanos podem jogar a culpa da crise nas costas dos democratas e Obama estará perdido. Essa é a minha opinião…

  2. Eu acho que é um erro pensar que as mudanças se deveram à crise económica. Quem acompanha diariamente as sondagens sabe que a evolução a favor de Obama iniciou-se muito antes de ele passar à frente de McCain. Na semana passada, o candidato democrata subiu todos os dias nas sondagens.

  3. Caro Mário,
    Estou convencido que a crise económica terá contribuído para a vantagem que Obama teve esta semana. Podia estar a subir anteriormente, mas a crise foi uma boa ajuda. A economia é um dos tópicos em que os eleitores preferem Obama a Mccain. Se só se falou da crise económica, parece-me que isso foi favorável a Obama. Mas veremos se vai continuar a subir na próxima semana, onde a política externa vai dominar a agenda mediática.

    Caro Leandro,
    Estou tentado a concordar consigo. A crise de Wall Street poderá ter sido “apressada” para favorecer Mccain. Se esta confusão toda acontecesse mais em cima da eleições, isso seria catastrófico para Mccain. Não estou é convencido que se os Dems atrasarem a aprovação no senado, que isso seja muito proveitoso para os Reps. O melhor para Obama será manter em discussão na praça pública o tema da economia. Porque ele sabe que isso o favorece…

  4. […] negra para Mccain II Volto a repetir o título do balanço da semana passada. Tinha previsto que John Mccain poderia ter uma boa oportunidade para dar a volta. Mas o […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: