Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 2, 2008

Em noite de debate… um pouco de história

Em 1960 realizou-se o primeiro debate entre candidates presidenciais. Nixon e Kennedy protagonizaram um dos momentos mais importantes da história da comunicação política do século XX. O seu resultado foi fundamental para o desfecho dessas eleições.

Os debates presidenciais institucionalizaram-se em 1976, e foi nesse ano que teve lugar o primeiro debate entre candidatos a Vice-presidentes, quando o Senador Walter Mondale, do Minnesota, defrontou o Senador Bob Dole, do Kansas. Curiosamente, ambos viriam a ser, no futuro, candidatos derrotados a Presidente.

Talvez o momento mais memorável destes debates, e viria a ser pouco relevante para o resultado final das eleições, foi em 1988. Dan Quayle, o inexperiente Senador do Indiana escolhido por George H. Bush (já li muitas comparações com Sarah Palin), defrontou o experiente Lloyd Bentson, o running mate de Michael Dukakis. Quayle explicava a sua juventude e inexperiência, comparando-se com John Kennedy, dizendo que tinha a mesma que o antigo presidente quando foi eleito. Bentson, numa resposta brilhante, disse: “Senador, eu colaborei com Jack Kennedy. Conheci Jack Kennedy. Jack Kennedy foi meu amigo. Senador, você não é Jack Kennedy”.

Às vezes estes debates são decididos por pormenores, que ficam no imaginário das pessoas. George H. Bush em 1984 defrontou Geraldine Ferraro, a primeira mulher que constou num ticket presidencial. Estavam a discutir o bombardeamento do Líbano e a crise dos reféns do Irão. Bush disse que “deixe-me ajuda-la com a diferença entre o Irão e a Embaixada do Líbano”. Ferrado respondeu, ganhando o debate nessa noite: “ Deixe-me dizer-lhe que, em primeiro lugar, não admito, Vice-presidente Bush, a sua atitude condescendente em ensinar-me política externa. Sou membro do Congresso há seis anos; já estava no Congresso quando a embaixada foi feita refém pelo Irão”. Esse debate terá sido certamente um dos objectos de estudo de Joe Biden para esta noite.

Mas estes debates entre Vice-presidentes deixaram para a história memoráveis gaffes, que esta noite poderão repetir-se, pelo currículo dos intervenientes. Em 1976, Bob Dole defendeu que as grandes guerras do século, incluindo a I e a II Guerras Mundiais, foram “guerras democratas”, e que cujos mortos dariam para “encher” a cidade de Detroit. Esta gaffe viria a acompanhar o resto da carreira de Dole.

Por fim, em 1992, o Almirante James Stockdale (prisioneiro de guerra no Vietname durante sete anos), parceiro de Ross Perot, abriu o debate com uma frase enigmática: “Quem sou eu? Porque estou aqui?”.

Mais tarde estarei em liveblogging para acompanhar o debate.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: