Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 11, 2008

Polémicas

Troopergate

Sarah Palin está mais uma vez envolta em polémica. A investigação sobre o seu alegado abuso de poder no caso da tentativa de despedimento do seu ex-cunhado chegou ao fim. Este inquérito, conduzido pelos membros do congresso estadual do Alaska, concluíram que a Governadora abusou do seu poder e violou a ética na sua condução. Claro que o que também está aqui em causa é uma investigação conduzida pela oposição democrata estadual, e outro resultado não seria de esperar.

A candidata a Vice-presidente já negou as acusações e disse não ter cometido nenhum acto ilegal. Veremos se isto não será mais uma forte machadada no ticket republicano.

Fraude no registo de eleitores?

A Association of Community Organizations for Reform Now (ACORN) está a ser acusada de fraude. Este grupo foi responsável pelo registo de mais de 1 milhão de novos eleitores para as próximas eleições e está a ser investigado por fraude no registo de votos. As autoridades suspeitam que a ACORN duplicou os boletins de voto para criar eleitores fictícios em diversos estados.

Os republicanos já estão no terreno a pedir por uma investigação exaustiva a este caso. A organização já foi alvo de buscas, e este caso poderá agitar as eleições, conhecidas as suas ligações ao DNC.


Responses

  1. A fraude no registo de eleitores parece existir nos dois lados de acordo com notícias recentes. Bem como com os pequenos financiamentos das campanhas. Ademais, as tracking polls reagiram tanto a isso como ao agitar de águas em torno de Ayers (http://ovalordasideias.blogspot.com/2008/10/rasmussen-obama-7-e-consideraes-sobre-o.html. O livro de tácticas de Karl Rove parece ir nos últimos capítulos.

  2. Caro Carlos,

    Se existem fraudes devem ser investigadas e criticadas. Não é por ambos o fazerem que isso deixa de ser grave na mesma. Mas de facto, ainda não li noticias sobre fraudes republicanas, não que duvide que existam. Quando encontrar, darei conta delas aqui..

    Abraço

  3. “uma oposição conduzida pela oposição de mocrata” ?

    Ontem,num canal televisivo diziam que a maioria dos membros da comissão de investigação era republicana.

    Afinal, em que ficamos ?

  4. Nuno,

    “Claro que o que também está aqui em causa é uma investigação conduzida pela oposição democrata estadual, e outro resultado não seria de esperar.”

    Isto é absolutamente falso. A comissão tem democratas e republicanos, e os segundos estão em maioria.

    um abraço,
    joao

  5. Caro João,

    Uma comissão deste estilo tem sempre elementos de ambos os partidos. Disso não há duvidas. Mas o investigador deste caso era Steve Branchflower, directamente supervisionado pelo pelo Senador democrata estadual Hollis French, democrata, chairman of the Senate Judiciary Committee.

    Sobre Steve Branchflower, foi acusado desta forma por partidários republicanos:
    http://macsmind.com/wordpress/2008/10/11/who-is-steve-branchflower/

    Esta comissão foi acusada pela campanha de Mccain de ter actuado de forma partidária. Será que eles iam acusa-los se republicanos estivessem mesmo no controlo da comissão? E de uma uma forma realista: Se os republicanos controlassem a comissão de inquérito, será que a Governadora Sarah Palin seria alguma vez acusada de alguma coisa?

    Recordando um facto da história americana que não tem nada a ver com isto. Será que alguém pensa que Kenneth Starr era mesmo isento?

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: