Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 15, 2008

Campanha de Mccain dividida

O pior período de Barack Obama nesta longa campanha foi em Março, no apogeu do escândalo de Jeremiah Wright. Mas os republicanos apenas têm usado Bill Ayers contra Obama, o que tem causado alguma perplexidade. Seria muito mais eficaz relacionar Obama com Wright, pois foi o seu conselheiro espiritual durante vinte anos. Recordo que, entre outras pérolas, acredita que foi o governo americano que inventou a Sida e proferiu discursos a culpar os Estados Unidos pelo 11 de Setembro. Esta seria uma linha de ataque muito mais plausível, que as possíveis relações com um antigo terrorista da década de 70. O reverendo casou os Obamas, baptizou as suas filhas e teve uma relação muito próxima com o candidato democrata. Se os republicanos desejam apresentar Obama com relações radicais, então Wright teria sido uma aposta mais sensata. A famosa frase “God damn America” seria uma linha que encaixaria muito bem em atacks ads.

Mike Allen escreve hoje sobre este assunto, e refere que tem sido o próprio John Mccain que tem recusado seguir este caminho, com receio que a sua campanha seja acusada de racismo e desespero. Segundo o jornalista americano, Mccain não deseja inserir temas que coloquem em causa o seu legado, nomeadamente com que seja indiciado por ter utilizado a “raça” como tema de campanha. A comparação (injusta diga-se) do congressista John Lewis na semana passada, com George Wallace, o candidato segregacionista em 1968, fez soar o alerta na campanha de Mccain. Apesar de ter repudiado os comentários do democrata, o Senador acredita que a invocação de Wright poderá dar razão a este tipo de comentários. Veremos se irá continuar a resistir.


Responses

  1. Se MacCain estivesse no lugar do Obama perdendo nas pesquisas certamente ele usaria a vulgar relação extraconjugal de Mac com a lobista Vicki Iseman. Ele quando estava perto dela, tinha que ser separado pelos próprios seguranças tamanha era sua ingenuidade. Mas… Sabe como é, essa pestilenta máquina de lama Republicana é abjéta demais até pro mais vil Democrata.

    Abraço à todos!
    http://www.huffingtonpost.com/2008/02/20/vicki-iseman-who-is-mcca_n_87692.html

  2. Isso foi uma história da época das primárias do NY Times e prontamente negada..

    Não tenha dúvidas que, se fosse verdade, já teria sido usada por grupos 527…, se não mesmo para campanha Obama, como foi o keating five. A noção que uns são bons e outros abjectos faz-me muita confusão..

    cumprimentos,


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: