Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 17, 2008

Barack Obama for President

Washington Post declarou o seu endorsement a Barack Obama. O jornal, de tradição liberal, já em 2004 tinha declarado o seu apoio a John Kerry. Outra coisa não era esperado.

Adenda:

O Los Angeles Times também manifestou hoje o seu apoio a Barack Obama. Este endorsement é mais importante, dado que desde 1972 que o jornal não se manifestava em corridas eleitorais. E é a primeira vez que apoia um candidato democrata.


Responses

  1. O verdadeiro debate foi aqui

    http://edition.cnn.com/2008/POLITICS/10/17/obama.mccain.dinner.ap/index.html#cnnSTCVideo

    http://edition.cnn.com/2008/POLITICS/10/17/obama.mccain.dinner.ap/index.html#cnnSTCVideo

    Obama e Mccain no seu melhor.

  2. Endorsement Fernando Vaz.

  3. Antes de mais parabens pelo blog! Estas opçoes de tomar partido por candidatos sempre se fizeram na historia politica Americana? É que eu penso q para a maioria dos Europeus isto é um pouco esquisito, pq aqui basta desconfiar q algum orgao de comunicaçao apoia alguem para haver logo confusao! Gostaria de saber a vossa opiniao sobre ate que ponto isto pode nao ser saudavel numa democracia, e se existem alguns exemplos desta pratica fora dos E.U.A.

  4. Sou brasileiro e admiro o engajamento português nas eleições americanas. Vcs. só perdem para os americanos na votação internacional americana.

    Vejam
    http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3264716-EI6580,00-Em+votacao+na+internet+mundo+elege+Barack+Obama.html

  5. Eu concordo que os meios de comunicação social “apoiem” os candidatos. Tudo muito mais claro. Além que isso não coloca em causa, muitas vezes pelo menos, a isenção jornalística.

    E não fica nada nebuloso, como costumamos ver por cá. Mas a tradição anglo-saxónica está a fazer escola, como se viu recentemente nas eleições espanholas, onde o EL País declarou o apoio a Zapateros, e EL Mundo apoio Rajoy.

  6. Não tenho tanta a certeza de que não seja um pouco nebuloso que os meios de comunicação “apoiem” candidatos.

    Em Portugal, antes do 25 de Abril, sabia-se de que lado estavam alguns jornais
    e isso era uma forma de desmascaramento do antigo regime (tanto quanto o lápis azul deixava…). logo, era uma informação mais subtil e forçosamente inteligente. Mas hoje ,os “media” formam ou “formatam” muito a opiniões de uma modo aparentemente muito democrata e muito muito “espampanante”, bombardeando-nos com opiniões já acabadas e nada abonando à livre escolha e pensamento de cada um. Por vezes nem dá espaço ao contraditório.

    Este é o meu pensamento e um dos meus maiores receios com a informação e “formação” enviesada dos modernos “media”.

    Caro Rogério,
    em laia de informação, não sei se sabia que os Europeus acusam os Portugueses de terem criado o mestiço, tal a facilidade que o nosso tem povo para a miscigenação, qualidade que eu
    admiro (naturalmente há quem veja nisso uma qualidade, outros um enorme defeito).

    Saudações


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: