Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 19, 2008

Powel apoioa Obama

Não é novidade nenhuma, mas o antigo Secretário de Estado de George W. Bush, Colin Powel declarou hoje que vai votar em Barack Obama nas eleições de 4 de Novembro. Em entrevista ao Meet The Press, Powe considerou que Obama tem a “habilidade de inspirar” as pessoas e que está a realizar uma campanha inclusiva. “Penso que é uma figura transformacional, faz parte de uma nova geração de políticos”, acrescentou o antigo republicano.


Responses

  1. Para mim, a entrevista de Colin Powell é impressionante por isto: não pelo que diz sobre Obama (“figura transformacional”, etc.), mas pelo que diz sobre a direcção que o Partido Republicano (o seu partido) está a tomar. Revela uma ucidez tremenda.

    O momento em que conta sobre o soldado americano morto no Iraque (um islâmico) é particularmente muito forte.

    Não me parece que isto favoreça (muito) a visão de alguém sobre Obama. Não sei.

    Parece-me sobretudo que pode desfavorecer a visão de uns quantos indecisos sobre McCain: na maneira como Powell como define o comportamento de McCain (seu amigo de longa data) durante o auge da crise financeira e na “escolha” de Palin.

    ps: escolha com aspas porque na conferência na Nova na 6a passada, Jerry Hagstrom confirmou o que se suspeitava: que McCain queria Lieberman ou Ridge para seu vice (dois pro-choice), e foi obrigado pelo Partido Republicano a escolher alguém que não fosse pro-choice.

  2. Que frase linda!

    “I think we need a transformational figure”, disse Powell.

    Meu Deus! há anos não leio uma frase tão linda para se referir a alguém. No caso o General Colin Powell sobre Mr. Obama.

    Teve uma repercussão impressionante o apoio do General ao candidato democrata.

    Mr. Obama agradeceu o apoio, nos seguintes termos:

    “Today, I am beyond honored and deeply humbled to have the support of Gen. Colin Powell”.

    [Hoje, Sinto-me honrado e profundamente agradecido em ter o apoio do General Colin Powell.]

    Acompanho tudo isso e lembro das fazendas de algodão do sul dos EUA, dos bluesmen, das fugas em direção à liberdade, do som da gaita, do barulho do trem, de B.B.King, de Sidney Poitier, enfim, da lenta mas determinada luta de um povo para mostrar que é tão bom quanto qualquer outro povo do planeta, mas muito generoso, brilhante (jazz, blues, samba, música, futebol, comida), enfim, capacidade de superação e destino de vencedor.

    Que lição Mr. Obama está dando a todos nós em escala planetária.

    Agradeço a Deus por estar vivendo isso.

  3. Caro Nuno

    Não será este um presente envenenado, já que foi Powell que confirmou à ONU a suposta existência de armas de destruição massiva no Iraque, desencadeando a Guerra do Golfo?

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: