Publicado por: Nuno Gouveia | Outubro 24, 2008

I am not George W. Bush

Newt Gingrich, Speaker republicano da década de 90, e uma das mentes mais brilhantes do movimento conservador americano, sempre disse que o GOP para vencer em 2008, precisaria de um candidato que conseguisse motivar a base republicana e  que conseguisse distanciar-se de George W. Bush. John Mccain teve dificuldades em cumprir ambas as tarefas. Ao escolher Sarah Palin como candidata a Vice-presidente, a primeira tarefa estava feita. E deveria desde logo ter começado a “fugir” de W. Bush. Ele que até foi um dos Senadores republicanos que apresentou mais divergências com o Presidente nos últimos oito anos, tinha argumentos para o fazer. Mas foi algo que apenas fez com eficácia no último debate contra Obama. Talvez demasiado tarde.

Hoje, numa entrevista ao conservador Washington Times, criticou diversos aspectos da Administração republicana. No aumento da despesa federal, à condução da guerra do Iraque, ao crescimento do governo federal, no aumento do défice e na questão do aquecimento global foram algumas das diferenças que apontou em relação a Bush. A verdade é que Mccain deveria ter usado esta argumentação frequentemente durante esta campanha eleitoral. Com a impopularidade do actual presidente, não tinha outra opção. Mas deixou-se colar ao actual Presidente. Mérito da campanha de Obama, que conseguiu ser eficaz neste ponto fulcral da, o que nem sempre tinha conseguido antes das Convenções.


Responses

  1. Um abraço diz tudo..O Imperador do Lado Negro e seu filho Darth Vader..que lindo!kkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Rómulo,
    Não gosta do Star Wars?

  3. Nuno,

    É por demais óbvio que o Rômulo gosta do Star Wars🙂

  4. Nuno, terás inteira razão ao fazer ver o quão maquiavélica é esta campanha – mas talvez concordes que só a paródio feita no Jon Stewart de anteontem fá-la valer a pena😉

    um forte abraço!

  5. PS – mea culpa por ter deixado o comentário no post errado. estava evidentemente a referir-me ao “zaragate” da ms palin..

  6. Nuno eu fico imaginando como será depois da presidência, a presença de Bush nas diversas convenções Republicanas. Qualquer aperto de mão e abraço é uma foto a mais para ser usada contra o indivíduo que estiver à comprimentar o meliante. Ele, ao lado de Nixon e Hebert Hoover é merecidamente o político mais desmoralizado da história, seu apoio mesmo para a menor candidatura sempre será negativo. Futuras campanhas presidenciais democratas sempre terão como arma de ataque, o legado de Bush na presidência. Mas como foram capazes de elegê-lo por 2 vezes não duvido de mais nada.

    Abraço à todos!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: