Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 6, 2009

111º Congresso

capitol_cleaned_w450

Hoje é dia de festa em Washington. O 111º congresso assume as rédeas do poder, com algumas novidades e ainda muitas indecisões. A quinze dias da tomada de posse de Barack Obama, o Partido Democrata assume uma posição maioritária nos corredores do poder como há muito não acontecia. No Senado, o Partido Democrata tem 58 lugares assegurados, contra os 41 do Partido Republicano, e ainda poderão conquistar mais um lugar, se for confirmada a vitória de Al Franken no Minnesota. Na Câmara dos Representantes, os democratas têm também uma larga maioria, com 257 contra 178 dos republicanos. Este ano o Congresso (Senado + Câmara dos Representantes) tem 118 novos membros, um recorde desde 1949.

Mas o Congresso ainda não está completo. Quatro Senadores saíram directamente para a nova Administração. Joe Biden já foi substituído pelo seu antigo chief of staff, e Michael Bennet vai ocupar o lugar de Ken Salazar, que foi nomeado Secretário do Interior. Mas continua a haver grande indecisão em relação aos outros dois novos senadores. O nome do substituto de Barack Obama permanece polémico. O governador do Illinois, Rod Blagojevich foi apanhado no escândalo de venda do lugar e, mesmo acusado pela justiça, indicou Roland Burris. Contudo, o sucessor de Obama já foi recusado pelo Senado, pois as suas credenciais não têm a assinatura do Secretário de Estado do Illinois, que se recusou a colaborar com o governador. O mais provável é que haja uma eleição especial no Illinois para ocular o lugar até 2010. Também envolto em confusão tem sido o caso do próximo senador de Nova Iorque, que irá substituir a Secretária de Estado, Hillary Clinton. O governador David Patterson ainda não se decidiu, e o caso tem sido um dos mais discutidos pelos media americanos. Caroline Kennedy, herdeira de “Camelot”, demonstrou interesse pelo lugar, mas tem sofrido fortes críticas pela sua inexperiência para o cargo. A entrevista que deu não combateu esta imagem, mas sabe-se da poderosa influência do clã Kennedy. O seu adversário mais forte é também membro de uma dinastia política: Andrew Cuomo, Procurador-Geral de Nova Iorque, e filho do antigo governador do estado, Mario Cuomo. Outro nome que também tem sido ventilado é o do congressista Steve Israel.

O outro lugar ainda indefinido é do Minnesota. Al Franken ganhou a recontagem, mas o recurso apresentado por Norm Coleman invalida, por agora, esta vitória. Nos próximos dias haverá novidades sobre o caso. Na Câmara dos Representantes existem ainda algumas indefinições, a começar pelo nome do substituto de Rahm Emannuel, que será chief of staff de Obama. Para encontrar o seu substituto irá realizar-se uma eleição especial no 7º distrito do Illinois.

Curiosidade

É o mais “velho” Congresso em registo. A média de idades é de 57 anos na CP e 63 no Senado. Apesar da saída dos lendários senadores Ted Stevens do Alaska e John Warner da Vírginia, ambos com mais de 80 anos, a media de idades subiu. Uma das razões apontadas é o abandono de alguns dos membros mais jovens, como Obama com 47 anos e John Sununu com 44, que perdeu a reeleição no New Hampshire. O mais velho senador é o democrata Robert Byrd, da West Virginia, com 91 anos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: