Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 16, 2009

Conselhos a Obama

Bob Woodward é um jornalista consagrado do Washington Post, que escreveu quatro livros sobre a Administração Bush (tenho os quatro, mas apenas li os dois primeiros). Hoje, num extenso artigo no WP, e baseado na sua experiência com a Administração Bush, deixa 10 conselhos para Barack Obama. Woodward entrevistou várias vezes Bush e diversos membros da sua administração, e tem um amplo conhecimento de alguns dos problemas que Bush enfrentou nos últimos oito anos. Não é um sujeito passivo nem completamente isento, mas tem a credibilidade de toda uma carreira ao serviço do jornalismo. Obama certamente irá ler com atenção este artigo.

Mas o que considero mais interessante são as explicações com dados históricos da Administração Bush. Aqui ficam os conselhos, de forma resumida:

1. Presidents set the tone. Don’t be passive or tolerate virulent divisions.

2. The president must insist that everyone speak out loud in front of the others, even — or especially — when there are vehement disagreements.

3. A president must do the homework to master the fundamental ideas and concepts behind his policies.

4. Presidents need to draw people out and make sure bad news makes it to the Oval Office.

5. Presidents need to foster a culture of skepticism and doubt.

6. Presidents get contradictory data, and they need a rigorous way to sort it out.

7. Presidents must tell the hard truth to the public, even if that means delivering very bad news.

8. Righteous motives are not enough for effective policy.

9. Presidents must insist on strategic thinking.

10. The president should embrace transparency. Some version of the behind-the-scenes story of what happened in his White House will always make it out to the public — and everyone will be better off if that version is as accurate as possible.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 16, 2009

“We must never let down our guard”

bushaddress

O presidente George W. Bush despediu-se hoje do povo americano, num discurso transmitido em directo pelas televisões americanas. Perante o vice-presidente Dick Cheney, a primeira-dama Laura Bush e diversos colaboradores da sua Administração, o antecessor de Obama proferiu um discurso de gratidão, mas também de balanço dos últimos oito anos.

O 11 de Setembro marcou a história do mandato de George W. Bush, mas foi a guerra do Iraque que colocou o seu nome na lista dos presidentes mais impopulares dos últimos cinquenta anos. Bush recordou que os Estados Unidos nunca mais foram atacados desde 11 de Setembro, e que apesar das dificuldades, conseguiram colocar a Al-Qaeda em fuga.

Foi um Bush gracioso, humilde e agradecido que esteve hoje perante os americanos, lembrando que haveria coisas que poderia ter feito de forma diferente. Mas também mostrou confiança nas decisões mais importantes do seu mandato: a invasão do Iraque e do Afeganistão. Não deixou também de elogiar Barack Obama e o significado da sua conquista.

Nos últimos tempos, Bush tem trabalhado para preservar o seu legado perante o povo americano. Se é verdade que sai da Casa Branca extremamente impopular, também podemos acrescentar que o seu legado será feito pelos historiadores. E como Nate Silver nos demonstra aqui, nem sempre existe correlação entre a popularidade de final de mandato e a imagem que os presidentes ficam na história. Também Harry Truman saiu de Washington com a popularidade nas ruas da amargura devido á guerra da Coreia, mas viria a ser absolvido pela história. Será que Bush terá o mesmo caminho?

Podem ver o vídeo de despedida neste site da MSNBC.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 14, 2009

Retrato Oficial de Barack Obama

bigportraitjpg

O gabinete de transição de Barack Obama divulgou hoje a fotografia oficial do 44º Presidente dos Estados Unidos da América. A autoria é do fotógrafo Pete Souza, tendo sido a primeira vez que foi tirada em formato digital.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 14, 2009

Rob Portman candidato ao Senado

Rob Portman anunciou hoje que se vai candidatar ao Senado para ocupar a vaga do republicano George Voinovich. Poucos dias dias do senador do Ohio declarar que não se vai recandidatar ao lugar em 2010, os republicanos ganham assim um forte candidato. Portman é um antigo congressista do sul do Ohio, e esteve na Administração Bush, primeiro como US Trade Representative, e depois como Budget Director. O seu nome foi diversas vezes referido como potencial Vice-presidente de John Mccain.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 14, 2009

Timothy Geithner sob fogo

O indigitado Secretário do Tesouro da Administração Obama está a ter dificuldades inesperadas. Soube-se ontem que Timothy Geithner não pagou os seus impostos correctamente e empregou uma imigrante ilegal em sua casa.

Estes incidentes já foram desvalorizados pela equipa de Obama. Segundo o secretário de imprensa de Obama, Robert Gibbs, Geithner cometeu um erro com os seus impostos, e não tinha conhecimento que  a autorização de emprego da sua empregada de limpeza tinha expirado nos últimos três meses. Apesar destes problemas, não se aguardam dificuldades para o Senado confirmar a sua nomeação. Mas são embaraços para Obama.

Adenda:

Os republicanos pretendem fazer “suar” Geithner!

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 13, 2009

Cachimbo de Magritte

header5-4

Desde ontem que sou o mais recente membro do Cachimbo de Magritte. Um blogue cheio de escribas ilustres, e que  há muito aprendi a respeitar e admirar. Foi com satisfação que aceitei o convite do Miguel Morgado, que em tempos aqui “caluniei” como apoiante de Mitt Romney. Felizmente, esse incidente foi previamente resolvido. Depois do dia 20, irei também iniciar a minha colaboração com outro blogue.

Mas os meus próximos meses vão ser dedicados a terminar a tese, e como tal, este blogue irá ser suspenso depois do Inauguration Day. Não será o seu final, apenas uma suspensão temporária até regressar com um novo  espaço de discussão sobre política americana. Aqui neste mesmo endereço!

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 13, 2009

Senador Roland Burris

Depois de semanas de indecisão, o Secretário de Estado do Illinois assinou a nomeação de Roland Burris para senador. A liderança democrata já assumiu um tom conciliatório com Burris, e este deverá em breve assumir o seu lugar em Washington.

Em 2010 realizam-se novas eleições para este lugar, e aí os democratas poderão enfrentar uma séria oposição no Illinois devido a estas trapalhadas.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 12, 2009

Mais um republicano abandona o Senado

O Partido Republicano sofreu esta semana mais um revés, com o anúncio do senador do Ohio, George Voinovich, que não irá concorrer a um novo mandato em 2010. Três Senadores já tinham comunicado que vão retirar-se (Mel Martinez, Kit Bond e Sam Brownback) e Kay Bailey Hutchison deverá fazer o mesmo para se candidatar ao governo estadual do Texas. Com apenas 41 senadores, o GOP poderá sofrer outra dura derrota no próximo ciclo eleitoral. Por outro lado, poderá ser também oportunidade para o partido se regenerar perante a sociedade americana.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 10, 2009

Rod Blagojevich “impeached”

20blago_span

Numa votação que não deixou margem para dúvidas, a Câmara dos Representantes do estado do Illinois votou o impeachment de Blagojevich por 114 contra 1. Depois de ter sido apanhado pela justiça a tentar “vender” o lugar de Senador, esta era uma resolução aguardada. Para este processo estar concluído, resta o Senado estadual confirmar esta decisão, o que deverá acontecer em breve. Apesar da fama de estado corrupto, esta será a primeira vez em 190 anos que o Illinois irá afastar um governador do seu cargo num processo deste género

Blagojevich já disse que não tenciona resignar, mas não há dúvidas que em breve vai deixar de ocupar a mansão dw governador. O impeachment deverá ainda colocar mais problemas a Roland Burris, indigitado Senador no meio desta confusão. Nos últimos dias, a maioria democrata no Senado tentou  atrasar a tomada de posse de Burris, alegando que não tem direito a ocupar a vaga deixada em aberto pela saída de Obama para a Casa Branca. Veremos se Burris terá reais condições para ser Senador.

Este escândalo, apesar de não atingir, nem sequer indirectamente, Obama, tem ofuscado de certa forma o período de transição.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 9, 2009

Spiderman salva Barack Obama

3182527514_ae9a7b20ee

Brilhante! (Via Maria João Pires, Jugular)

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 9, 2009

Bilhetes à venda

inauguration

Serão colocados hoje à venda 5 mil bilhetes para a tomada de posse de Barack Obama, que se realiza no próximo dia 20 de Janeiro. A maior parte dos entradas foram oferecidos pelos congressistas, senadores e equipa de transição de Barack Obama. Esta “Inauguration” poderá ter a maior assistência de sempre e está a gerar um entusiasmo nunca antes visto. Podem consultar mais informações no site oficial criado pela equipa de Obama.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 8, 2009

Mais um republicano abandona em 2010

O republicano Kit Bond, do Missouri, anunciou que não se vai recandidatar a mais um mandato no Senado em 2010. São já quatro senadores republicanos que não vão a jogo: Kay Bailey Hutchison do Texas, Sam Brownback do Kansas e Mel Martinez  da Florida. E sabendo-se que os incumbentes são potencialmente favoritos, afigura-se mais um ano negro para os republicanos, que podem assim perder ainda mais lugares.

Fazendo uma breve análise aos lugares em disputa em 2012, prevejo um ano muito disputado em vários estados. Os democratas, além destas quatro vagas, irão certamente atacar em vários outros estados. Os lugares mais frágeis serão na Pennsylvania, onde Chris Mathews, o jornalista da MSNBC poderá desafiar Arlen Specter, no Ohio, com o republicano George Voinovich a enfrentar uma crescente influência democrata no estado e ainda no New Hamphsire, com Judd Gregg a poder ser o próximo republicano a perder no estado. A eleição no Alaska também será poderá revelar-se interessante, se Sarah Palin desafiar Lisa Murkowski nas primárias republicanas.

Os republicanos também poderão atacar em alguns estados, coisa que não fizeram este ano (a excepção foi mesmo na Louisiana, e onde perderam). O líder da maioria democrata Harry Reid, do Nevada tem o lugar em perigo. Na Califórnia, o actual governador Arnold Schwarzenegger poderá concorrer ao lugar de Barbara Boxer. Em Nova Iorque, dependendo do nome indicado por David Patterson, poderá haver lugar para uma disputa com Rudy Giuliani, que seria um nome fortíssimo. O substituto de Ken Salazar no Colorado foi o desconhecido Michael Bennett, e isso poderá ser uma janela para os republicanos, que têm fortes tradições no estado. No Dakota do Norte, o actual senador democrata Byron Dorgan poderá ter o lugar em perigo se o seu opositor for o popular governador John Hoeven. Por outro lado, não colocava de parte o lugar de Barack Obama no Illinois, devido a estas confusões criadas pelos democratas do seu estado.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 8, 2009

President´s Club

“All the gentlemen here understand both the pressures and possibilities of this office. And for me to have the opportunity to get advice, good counsel and fellowship with these individuals is extraordinary. And I’m very grateful to all of them.”

Barack Obama depois de ter-se encontrado com Jimmy Carter, George H. Bush, Bill Clinton e George W. Bush.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 7, 2009

Uma fotografia para a história

presidents141, 44, 43, 42 e 39

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 7, 2009

Jeb Bush de fora

O irmão do actual presidente era a garantia do Partido Republicano manter o lugar do Senador Mel Martinez, da Florida. Mas o antigo governador anunciou ontem que não irá concorrer em 2010, abrindo lugar a uma corrida completamente aberta neste estado. Após derrotas em 2006 e 2008, o próximo ciclo eleitoral também nao se afigura nada fácil para os republicanos, que terão mais lugares em jogo.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 7, 2009

Dia de Presidentes

presidents

Pela primeira vez desde 1981, todos os presidentes vivos (incluíndo o próximo) vão reunir-se na Casa Branca. George W. Bush convidou os antigos presidentes Jimmy Carter, George H. Bush e Bill Clinton e ainda Barack Obama para um almoço.

Segundo a Time, este é um momento histórico, pois não é de todo usual. Os presidentes costumam estar juntos muito raramente, e apenas por breves momentos, em cerimónias ou em funerais.  Durante o almoço não estará mais ninguém presente na sala.

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 7, 2009

Recordações da histórica campanha (III)

Melhor Discurso- Barack Obama “Iowa Caucus Victory Speech”

Estive agora a ouvir novamente este discurso, que apenas tinha escutado na noite do caucus do Iowa, e garanto-vos que este é um dos melhores discursos políticos dos últimos anos. E muito melhor que os seus discursos posteriores, que viriam a ter muitas frases e ideias repetidas. Aconselho vivamente a sua audição. Uma obra de arte política!

Publicado por: Nuno Gouveia | Janeiro 7, 2009

Recordações da histórica campanha (II)

Melhor Anúncio – John Mccain “Never Surrender”

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias